novembro de 2017 | Edição 687
clique p/ampliar
Redes inteligentes
A mais nova subsidiária da Renault, a Renault Energy Services, pretende fazer uma forte contribuição à expansão das redes de recarga inteligente que, facilitando a comunicação de grandes quantidades de dados, conseguem fazer ajustes no suprimento de energia elétrica para um gerenciamento mais eficiente de recursos energéticos finitos.

Os automóveis elétricos, conectados a redes inteligentes, se beneficiarão de eletricidade mais econômica e de eletricidade com menor taxa de carbono. Além de permitir o desenvolvimento de uma recarga inteligente, suas redes favorecerão a interação entre veículos e redes e outros projetos envolvendo baterias de segunda vida.

A carga inteligente ajusta os preços das recargas em função das necessidades dos clientes e da disponibilidade de energia. As baterias são carregadas quando o suprimento de energia excede a demanda, principalmente durante picos de produção - quando os preços são mais baixos.

Nos sistemas veículo-à-rede, os veículos elétricos fornecem energia à rede nas horas de pico. Assim, eles não apenas se beneficiam da recarga inteligente, mas armazenam temporariamente uma quantidade significativa de energia.

Mesmo quando as baterias de veículos elétricos esgotam sua vida útil, elas continuam sendo capazes de armazenar uma certa quantidade de energia. A Renault é capaz de utilizar essa energia, principalmente para usos estacionários. Dando às baterias uma segunda vida, estará numa posição de cobrir o espectro total de residências a escritórios, fábricas a escolas
e prédios de apartamentos a veículos elétricos.

Carros elétricos precisarão muito delas.
A mais nova subsidiária da Renault, a Renault Energy Services, pretende fazer uma forte contribuição à expansão das redes de recarga inteligente que, facilitando a comunicação de grandes quantidades de dados, conseguem fazer ajustes no suprimento de energia elétrica para um gerenciamento mais eficiente de recursos energéticos finitos.

Os automóveis elétricos, conectados a redes inteligentes se beneficiarão de eletricidade mais econômica e de eletricidade com menor taxa de carbono. Além de permitir o desenvolvimento de uma recarga inteligente, suas redes favorecerão a interação entre veículos e redes e outros projetos envolvendo baterias de segunda vida.

A carga inteligente ajusta os preços das recargas em função das necessidades dos clientes e da disponibilidade de energia. As baterias são carregadas quando o suprimento de energia excede a demanda, principalmente durante picos de produção quando os preços são mais baixos.

Nos sistemas veículo-à-rede, os veículos elétricos fornecem energia à rede nas horas de pico. Assim, eles não apenas se beneficiam da recarga inteligente, mas armazenam temporariamente uma quantidade significativa de energia.