novembro de 2018 | Edição 713
clique p/ampliar
O primeiro motor elétrico
Como invenção, foi das mais importantes da história da humanidade
Hoje, está em quase todas as casas, lojas, fábricas, sistemas de mobilidade, computadores com vários motores elétricos, ferramentas, aquecedores, geladeiras, bombas, ventiladores, projetores, aspiradores de pó, secadores de cabelo, barbeadores e tantos outros. Ao redor de suas casas ou seus escritórios, estão mais de 30 milhões de motores industriais – seu numero total é simplesmente incalculável.
Pense agora nos automóveis: num veículo moderno, você não verá menos de uma dúzia de motores – que deverá ser multiplicado por um bilhão. Ao todo, mais de três trilhões de motores elétricos.
Lembrem-se que os motores elétricos existem há quase 200 anos e que mesmo os mais atuais são tecnologicamente antigos. E estão todos “na bica” de serem modernizados por uma pequena fábrica que, é claro, vale uma grande fortuna para o resto do mundo.
Em todos os motores elétricos até hoje feitos, a máxima potência

aparece a apenas uma determinada rotação – a rotações mais altas ou mais baixas¸ a potência será sempre mais baixa ou mais alta. Em nosso futuro mais ou menos imediato, na próxima era do motor elétrico realmente moderno, o motor elétrico será mais leve, menor, mais barato, mais potente e durará bem mais.