julho de 2019 | Edição 723
clique p/ampliar
Taxi elétrico voador
A companhia Lilium, de Munique, na Alemanha, tem praticamente pronto o protótipo de um táxi elétrico voador, para o qual espera uma ótima recepção de mercado seguida de uma nova classificação de veículo, com uma montanha de papeis por preencher.

O táxi e sua dona fizeram o primeiro voo semana passada, para o qual o sistema de comunicação será semelhante ao da Uber: os clientes poderão chamar o veículo diretamente, através de aplicativo.

A Lilium foi fundada em 2015, juntada a investidores poderosos, inclusive o gigante tecnológico chinês Tencent (dez centavos, um dos menores valores da moeda chinêsa e igualmente de menor tamanho físico – ótima também para lidar com o destruidor senso de humor chinês).